Archive

Posts Tagged ‘embrulho’

Cesta de presente

Pode parecer estranho o título do post, já que este blog é mais destinado a ciência, política, computação e (até) organização. Mas, gostaria que os leitores o olhassem como um “parênteses”. Eu, particularmente, gosto muito de assuntos relacionados a organização, [aumento de] produtividade, efetividade, GTD, etc. É claro que não pretendo escrever posts sobre isso com freqüência, pois sei que já tem pessoas eficientes fazendo esse trabalho, como é o caso do Augusto Campos do Efetividade.net, para citar um exemplo.

Entretanto, fazer alguns posts de vez em quando tratando destes assuntos pode ser muito interessante e útil para os que freqüentam aqui. Esse primeiro será uma “experiência”… 🙂

Deixa eu parar de enrolar…

Muitas e muitas vezes já conversei com meus pais, amigos e com minha namorada sobre cestas [de presente]; seja para a(o) namorada(o), presentear alguém especial, deixar o presente mais “agradável” aos olhos de quem vê.

Alguns amigos mais próximos quando precisam de ajuda, ligam pedindo opiniões sobre cartões, embalagens, etc — e eu faço o mesmo quando preciso. Por esse e por outros motivos, resolvi escrever um post com dicas para fazer uma cesta de presente. Simples (e barata) e que dão um toque especial.

É lógico que cada um faz aquilo que acha melhor; alguns preferem fazer embrulhos caprichados em uma data especial, outros preferem para qualquer ocasião, e outros são do “quanto mais simples, melhor”. No final, todos tem o mesmo valor, até porque, o presente em si é algo apenas simbólico, nada mais que isso.

Acredito que os leitores já devem estar falando: Será que ele vai escrever muito antes de dar as dicas!?

Mas é que vocês sabem: propaganda é alma do negócio. E olha que as vezes acho que o sujeito dessa frase está trocado. 😛 Mas vamos lá…

O mais importante da cesta: o presente, é claro.

Não que os outros detalhes sejam menos importantes, é só uma questão de “foco”. Quando você faz um embrulho bonito, com detalhes, você cria uma expectativa e ela não pode ser quebrada após o desembrulho. Portanto, a escolha do presente “principal” é de extrema importância e por isso deve ser feito com carinho.

Antes, deixa eu já dizer uma coisa: parem de achar que somente coisa cara é boa. Isso é a coisa mais non-sense que pode ser pensada na compra de um presente. Existem presentes úteis, de boa qualidade e a preços acessíveis espalhados por toda parte, tudo é uma questão de procura. Comprar somente presentes caros, além de demonstrar uma falta de bom senso com o seu salário é, convenhamos, de uma “comodidade” (para não dizer desprezo) tremenda.

Na escolha do presente, ter em mente o que a pessoa que você irá presentiar gosta é essencial, ou irão dar uma de Tia-de-longe que nunca acerta. 😛

A cesta:

Escolher uma cesta é simples, pois em qualquer loja de embalagens, de R$1,99, ou até mesmo em uma papelaria é possível encontrar cestas 3B (Boa, Bonita e Barata). Eu aconselho comprar a cesta após já ter realizado a compra do presente “principal”, afinal ela precisa ser do tamanho certo — entenda tamanho certo como aquela em que o presente não queira “saltar” de tão apertado que ele está.

A embalagem é outro item [da cesta] barato e fácil de ser encontrado. Até porque nós guardamos embrulhos legais embaixo da cama — isso é mania –, e nunca damos a eles utilidade. Essa é uma boa hora para isso!

Dê utilidade para aquele monte de papel colorido que sobrou, aquele papel celofane ou aquele papel crepon; use-os no fundo da cesta para dar um “toque a mais”, invente algo, seja criativo. 😉

Depois de arrumado: embalagem para a cesta

A embalagem da cesta é opcional. Alguns preferem colocar apenas o presente embrulhado dentro da cesta e pronto! Outros já preferem criar uma expectativa um pouco maior colocando a cesta com os presentes embrulhados dentro de outra embalagem.

A dica para esses é que utilizem o papel celofane, ele é mais fácil de manejar e fica mais em conta. É claro que existem alternativas, é só usar a criatividade. 😉

Detalhe final: cartão

Fica a critério da pessoa colocá-lo dentro ou fora da embalagem.

O cartão é um detalhe importante, pois ele depende da ocasião. Se o presente for para a(o) namorada(o) (esposa(o)), comprar cartão pronto está fora de cogitação; é muito mais bonito e carinhoso uma carta de próprio punho. Entretanto, se for um aniversário (festa) normal, compre um cartão simples ou escreva você mesmo um simples.

Ah, outro detalhe, capriche na letra! Veja bem, quando você fechar o envelope, irá somente a carta, você não poderá ir junto para explicar o que está nela… 😛

No final de tudo isso, garanto que você terá em mãos um presente bem embrulhado e pronto para ser entregue em uma ocasião especial, para alguém especial, ou seja lá o que for…

Talvez — não vou prometer — eu colocarei algumas fotos de uma cesta de presente. Em média, aproveitando aquilo que eu tenho e usando a criatividade, o gasto final fica em torno de R$5,00 a R$8,00.

PS: Garanto que alguns leitores irão terminar de ler e perguntar novamente: “Mas que diabos isso tem a ver com ciência? E eu direi: “Nada”… 🙂

Abraços.