Archive

Posts Tagged ‘computers’

Conservando a bateria do seu notebook

junho 11, 2008 66 comentários

Seguindo um pouco o post anterior que falava sobre ‘como’ usar (ou não usar :-P) um computador, irei fazer uma espécie de “guia” sobre baterias de notebooks; como conservá-las melhor, aumentar sua vida útil, etc.

Passei um bom tempo “colhendo” informações, já que algumas vezes a explicação de um site contrariava o que outro [site] havia escrito. Não pretendo entrar na ‘chacota’, pois todos os artigos tiveram seus pontos fortes e médios (nenhum fraco). Então, vamos lá…

Ao contrário das baterias de NiMn e NiCd as de ions de lítio (Li-ion – mais usadas hoje) não causam efeito memória o famoso “vicio de bateria”.

Uma bateria tem uma vida útil que varia de 500 a 800 ciclos de carga/descarga, em média de dois a quatro anos de uso. É óbvio que o uso intenso — com carga/descarga — pode diminuir sua vida útil, em alguns casos fazendo a bateria ter [apenas] um ano de vida.

Um erro muito comum são as pessoas carregarem totalmente sua bateria e, em seguida, guardá-la para usar posteriormente. Acontece que a bateria perde a capacidade da carga de antes. E se acontecer da bateria ‘descarregar’ totalmente (descarga profunda) ela poderá se tornar irrecuperável.

Outro erro parecido com esse é deixar a bateria com apenas um restinho e guardá-la. Ao perder esse restinho, a carga poderá chegar a 0% o que nos remete ao ponto tratado no parágrafo anterior (descarga profunda). [Já vi recomendações de que as baterias devem ser carregadas até cerca de 50% antes de serem armazenadas.] E lembre-se, ficar retirando e colocando a bateria pode causar desgastes no contato entre a bateria e notebook, ocasionando “folgas” (espaços) entre a bateria e o notebook o que poderia gerar um mau-contato.

Outro conselho é não fazer carga/descarga todos os dias, porque você estará reduzindo os ciclos de carga da bateria, conseqüentemente você estará diminuindo sua vida útil. Muitos, inclusive eu, recomendam fazer a carga/descarga pelo menos uma vez por mês, isso quer dizer deixar a bateria chegar em 1% e colocá-la para carregar até os “100%”.

“Tudo bem, entendido! Mas como faço para reduzir o consumo de energia enquanto utilizo o notebook na bateria?”

Olha, essa é uma pergunta complicada, pois tudo depende de como será usado o notebook.

Mas eu diria que a melhor maneira para reduzir o consumo de energia é você criar o seu próprio esquema de energia.

Colocar a tela para desligar após um minuto de inatividade e modo de espera após três minutos pode ser útil, entretanto é preciso tomar cuidado para não priorizar a redução de energia e perder desempenho no sistema.

Se você estiver em um ambiente claro outra maneira para reduzir o consumo de energia é escurecendo a tela. Recomendo essa opção apenas para lugares bem iluminados, afinal vista cansada é “de matar” qualquer trabalho… Ah, e se você estiver em um ambiente em que não tem Wi-Fi, desabilite.

É isso… qualquer dúvida fiquem a vontade para perguntar.

Links: Matenha as suas baterias em boa forma , Como recalibrar a bateria do seu macbook ou Macbook Pro , Como melhor conservar a bateria do seu laptop

Como usar um computador

junho 9, 2008 2 comentários

Como não tenho o que falar, vou dar algumas dicas (fazer piadas) de ‘como’ usar um computador. Parece engraçado — e realmente é — mas algumas pessoas ainda não sabem (ou fingem não saber :-P).

Primeira lição: Computador não bebe

É isso mesmo caros leitores, o seu computador NÃO precisa de refrigerante (ou cerveja) nem de água e muito menos daquele cafézinho da tarde. Portanto, evitem trazer quaisquer dessas bebidas para perto dele, pois parece incrível, ele tem atração por todas elas.

Segunda lição: Computador não come

Assim como eles não precisam de bebida, também não precisam de comida. Garanto que alguns leitores já devem estar se perguntando: Mas nem aquela bolachinha?

Pois é, ela também não.

As “migalhas” das bolachas (dos biscoitos, amendoins, etc.) se alojam dentro do teclado — lembra aquela limpeza no teclado que se encontra de “tudo”..? — ficando ‘aquela’ porqueira.

Isso para não falar das formigas que adoram uma migalhinha…

Terceira lição: Usar X Gostar

Eu divido as pessoas [que usam computadores] em dois grupos: aquelas que GOSTAM do computador e aquelas que gostam de USAR o computador.

Leitores: “Qual a diferença!?”

Aquelas que GOSTAM, tratam “com carinho” seu computador: limpam as peças de mês em mês, atualizam o sistema, anti-virus, organizam as pastas, prestam atenção ONDE estão clicando, etc.

São cuidados básicos para se ter um sistema funcionando corretamente. Afinal [ainda não conheço] nenhum sistema se auto-atualiza-limpa-organiza. 😛

Cuidados como esses não podem ser deixados SEMPRE para amanhã.

Pode parecer chato, mas há uma enorme diferença entre você gostar de computador e gostar de usar o computador. E vou ser sincero, estes sofrem muito mais do que aqueles, pois sem atualização um sistema fica ‘lento’ e mais sujeito a ‘travadas’ indesejadas.

Coloco essas três licões-piadas como fundamentais para um bom funcionamento do computador.

[]’s

PS: Pretendo de noite fazer uma geral sobre o que foi tratado na WWDC (Worldwide Developers Conference 2008).

Noticias frescas e não tão frescas…

Olá, estou um pouco sumido. É que essa semana acabei empolgando com a física (e com a matemática) e não sobrou tempo para escrever um post bacana.

Tentarei escrever algo e mais tarde posto. Por enquanto fiquem com alguns ‘links’:

Telescopio acha planeta pequeno em estrela fraca
Cientistas afirmam que Chopin pode ter morrido de fibrose cística
Larousse compra briga com Wikipedia e lanca enciclopedia on-line (quanto mais, melhor!)
Rede Fisica de Altas Energias e lancada
Gadgets de conectividade e seguranca indispensavies a viajantes
Ubuntu revela SO para laptops de baixo custo
Mau tempo torna o dia mais longo
E possivel recuperar horas de sono?
Clima incerto
Porque jogamos na loteria?
Projetista de nucleos atomicos alarga as fronteiras da ciencia
Physics news update nº865 , Physics news update nº866

Outra coisa muito legal, foi um post do Olcyr relacionado a alcance máximo. Para os que tem interesse, vale a pena dar uma lida…

Abraços.