Início > Literatura, Poesia > Poesia #12: Amar e viver de Mateus Navarro

Poesia #12: Amar e viver de Mateus Navarro

Amar…
e não ser amado,
é como ter um pincel
e faltar a tinta.
Ter a melodia,
mas não ter um violão.

Amar sem ser amado
É viver encruzilhado
Num vai-e-vem de sentimentos
Onde vivemos momentos,
mesmo que com ressentimentos
tenhamos que chorar.

Chorar de alegria
ou da tristeza
não importa a frieza.

Amar é viver
Ainda que se queira morrer
Por você não me querer.

Navarro, M.

 

PS: Não sou muito de colocar aqui poemas que eu escrevo, porém… achei que após mais de 50 mil visualizações em meu blog, achei que era uma boa forma de comemorar e também agradecer a todas as pessoas que aparecem aqui para ler o que escrevo [e até desabafo algumas vezes].

Anúncios
Categorias:Literatura, Poesia
  1. Akothirene
    novembro 28, 2010 às 11:43 am

    Nossa, mesmo tempo q é lindo é triste, faz pensar, e repensar certas coisas e pessoas!
    Bjaum….
    AAAAAAAAAAAaleluia um poema seu!
    =D

  2. dezembro 29, 2010 às 9:58 pm

    Gente, não é porque é meu amigo não mas…

    Poxa vida, sem palavras!

    • janeiro 8, 2011 às 3:14 pm

      Eu quem agradeço pelas palavras, Dri. 😉

  3. Greiston
    janeiro 10, 2011 às 5:21 pm

    Faz pensar, pensar, pensar..
    Dói muito, mas é difícil aprender sem sofrer.

    • janeiro 10, 2011 às 5:25 pm

      Aprendizado sem sofrimento nem sempre nos ensina amadurecer. 😉

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: