Início > Artigos, Pensamentos Aleatórios, Química > Perfume: cheiro de criação

Perfume: cheiro de criação

Quem conversa diariamente comigo sabe que eu gosto muito de perfumes; sou admirador de empresas desse ramo e acho que eles fazem um trabalho maravilhoso, não só nas fragâncias produzidas, mas também no design dos frascos em que o perfume é vendido.

Eu sempre digo a meus amigos e amigas que não é preciso você usar roupas e sapatos caríssimos para ser notado; basta um perfume ideal e que tenha uma boa fixação na sua pele e bons elogios — pelo menos olhares — surgirão.

Escolher a fragância que melhor se adapta ao seu corpo é difícil, principalmente quando se vai em uma loja de perfumes e o máximo que as vendedoras fazem é lhe oferecer dezenas de papéis com o cheiro de cada um. 😦 A sutiliza de um bom perfume está em apresentar uma divisão de fragâncias, ou seja, basicamente dividir o cheiro em “etapas”:

  • Notas de cabeça: primeira impressão do perfume. Essas moléculas são menores, portanto em pouco tempo elas se evaporam.
  • Notas de coração: é a “composição” do perfume; os aromas mais equilibrados. Permanece na pele por um período de tempo e depois desaparece.
  • Notas de fundo: composição dos aromas mais fortes e evidentes. São essas notas que possuem maior poder de fixação, ficando por um período de tempo ainda maior que a nota anterior.

A “magia” do perfume está em agir no sistema límbico, antes chamado de “cérebro das emoções”, fazendo com que os aromas sejam capazes de relaxar, melhorar a concentração, aliviar cansaço, etc. Por isso, comprar perfumes pelo “nariz do amigo”, ou seja, baseado na opinião alheia é um erro, já que uma fragância pode trazer benefício para essa pessoa, mas para você não.

O valor do perfume para mim está em sua criação, já que o produto é composto de notas, cheiros da natureza, cheiros desse nosso mundo, criatividade de quem procurou usar dos sentidos para transmitir uma mensagem, etc. Enfim, saber criar um perfume é fascinante. Outro detalhe interessante na produção é a sua classificação pela sua concentração:

  • Parfum: a forma mais concentrada, entre 20%-40% de compostos aromáticos (essência).
  • Eau de parfum: varia de 12-18% de compostos aromáticos (essência).
  • Eau de toilette: 8-14% de compostos aromáticos (essência).
  • Eau de cologne: 3-7%, baixa concentração de essências (essência).

Portanto, a próxima vez que você olhar aquele perfume magnífico, tente reparar na quantidade de coisas que há por trás daquele frasco bonito. Historicamente a arte de elaborar perfumes nasceu no Egito e desde então melhoramos os método de produção gerando desenvolvimento científicos, principalmente na química. 😉

Muitos discutem a relevância disso; dizem ser algo fútil, desnecessário. A questão é que eu não penso assim. Vivemos em um mundo que valoriza a imagem (e não pretendo discutir isso agora) e se você não valoriza a sua, quem você acha que irá valorizar? O outro?

É preciso ser realista e saber estar bem aprensentável em qualquer circunstância: um sapato e uma blusa bacana, uma calça legal e um perfume ideal. Veja que não é preciso gastar fortunas para andar bem vestido e estar sofisticado para qualquer situação; o necessário é apenas bom senso.

Links: Perfume, A magia do perfume

Anúncios
  1. Rafael Rosa
    maio 28, 2009 às 6:48 pm

    Bacana a abordagem, como muitos era leigo no assunto, quando relacionado à composição, características e classificações de tais fragrâncias. Haja trabalho e conhecimento para unir tantas características distintas formando aromas tão agradáveis ao nosso olfato.

    ps: Comentários a parte, está bacana o seu blog Mateus, como sempre e tudo que você faz, bem clean, organizado, direto, e algumas vezes polêmico e chocante. 😛
    Continue assim que tu vai longe!!
    Abração e se cuida.

  2. junho 3, 2009 às 12:33 am

    Rafael, há MUITO trabalho e conhecimento por tras de cada frasquinho que levamos para casa; é muito interessante mesmo. Inclusive, tive a oportunidade de conversar aqui em Rio Claro com um rapaz que trabalha com cosméticos e ele me explicou como funciona a preparação de um perfume, pois ele trabalha com isso.

    Enfim, eu tinha uma certa noção de como funcionava, pois sempre tive interesse e era curioso, entretanto quando ele foi me explicando fui ficando boquiaberto com a quantidade de coisas que eu não tinha a mínima noção que estava na composição. Interessantíssimo!

    Nomais, é muito bacana para mim tê-lo lendo e escrevendo no meu blog, principalmente porque você é uma “irmão” de longa data para mim, aquele amigo que chega na tua casa e já pede a cerveja e o amendoim na cara-de-pau… 😛

    Obrigado pelos elogios e novamente agradeço pela visita.

    Abraços.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: