Início > Artigos, Computação, Pensamentos Aleatórios, Viagens > Geração “vagalume”

Geração “vagalume”

Desde que cheguei na rodoviária fiquei reparando em algumas coisas que estavam (e estão) ao meu redor. Passei horas observando o quanto as pessoas verificavam seus celulares em busca de ligações e mensagens não recebidas. É engraçado, porque isso acontece com tamanha frequência que parece até mesmo TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) generalizado.

Todas essas pessoas parecem estar esperando por algo… que nem mesmo elas sabem o que é; basta alguém tirar o celular do bolso e olhar, para outro ver e fazer o mesmo. Parece até mesmo quando alguém boceja na sua frente e você também acaba tendo essa vontade…

A surpresa disso tudo foi ao entrar no ônibus e ver que suas luzes estavam todas desligadas, mas as “luzinhas” de cada pessoa se mostravam em meio aquela escuridão; eram celulares, mp3 players, PDAs, notebooks, alguns inclusive conectados à internet. Entrei em um ônibus que tinha tanto upload e download de informação sendo feito que se comparado a 20/30 anos atrás essa mesma quantidade de informação era acessada apenas em um ano de tráfego.

As pessoas escreviam dali de dentro daquele ônibus seus pensamentos, suas emoções, frustrações, mostravam seus projetos, suas músicas favoritas, escreviam cartas para pessoas queridas, enviavam e-mails, atualizavam seus twitter(s), faziam compras e transformavam suas longas horas de viagem em muito mais do que uma noite de sono; elas traziam para suas noites a capacidade de mostrar ao mundo seu pensamento de tudo o que estava em sua volta.

E isso é incrível! Confesso que existe dezenas de pontos negativos, que eu NÃO pretendo enumerá-los, em se ter um público ávido por inovações, mas a capacidade de informação que conseguimos nessas últimas décadas tem se mostrado muito mais positiva do que negativa para o “pensar” do ser humano.

Foi então que percebi que a minha geração Y conhecida pelos avanços tecnológicos e prosperidade econômica, poderia também ser nomeada de geração vagalume. Em meio a escuridão, surgimos com nossas telas LCDs, realizando tarefas múltiplas e cultivando nosso ócio de uma maneira criativa.

P.S.: Me desculpem pela demora para postar algo novo é que foram muitos feriados e também muita gripe para ninguém botar defeito, que inclusive me prejudicou em algumas provas que precisarão ser recuperadas mais tarde. Mas… coisas da vida.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: