Início > Artigos, Física, Viagens > Mudança: encarando a [nova] vida de universitário

Mudança: encarando a [nova] vida de universitário

Aqueles que frequentam meu blog já devem ter percebido que o objetivo dele é diversificado: divulgação científica, organização pessoal, críticas à situações que encontro pela frente, artigos de algo que achei bacana, viagens, computadores, além é claro de conhecer pessoas com o mesmo gosto ou que tem opiniões divergentes da minha.

Sempre que posso procuro incentivar com as experiências que passei outros alunos; seja com posts provocativos, com conselhos ou no caso de hoje… um pouco na linha do Morando Sozinho falando sobre minha mudança para uma nova cidade. Vou dividir em duas partes esse artigo: primeira parte será sobre a viagem de hoje a forma como organizei o apartamento e como em um primeiro momento está a saudade.

Posso garantir que para muitos isso pode ser desnecessário já que alunos dedicados não precisam “desse estímulo”; confesso que isso é verdade mas meu objetivo não é atingr esses alunos e, sim, aqueles que apesar de serem capazes… não sei o que acontece, se perdem no meio do caminho e jogam tudo para o ar. Acredite, conheci vários deles. E olha que eu nem sou velho.

Conheci um também que durante o Ensino Médio inteiro não fez NADA, absolutamente NADA. Entretanto, quando entrou na faculdade [particular] descobriu que gostava de estudar, resolveu que iria fazer um ano e cursinho e tentar faculdades públicas, pois achava que tinha condição. Ele começa o cursinho esse ano.

Mas esse pode ser um assunto para outro post… vamos voltar para a minha mudança.

Passei duas semanas organizando umas lista daquilo que era necessário eu trazer para o meu novo apartamento. Como ele não é muito grande (um quarto-cozinha e banheiro — kitnet) separei a lista em: quarto, cozinha e banheiro, assim eu separava os itens conforme o ambiente do apartamento. Confesso que a lista foi tão eficiente que não esqueci de nada (apesar que contei com ajuda da minha namorada e da minha mãe, seria impossível esquecer).
tralhas
Nas duas últimas semanas eu praticamente li todos os artigos do Efetividade.net que tratava sobre organização doméstica e home office e tirei bom proveito da maioria deles. Me dediquei também a ler sobre culinária e alguns métodos para lavar a roupa; o que a internet não faz, não é mesmo? Essa Web 2.0 está cada dia mais interessante…

Acho que só deixei para última hora meus aparatos tecnológicos, que fui começar arrumar na madrugada de sábado para domingo. 😛 Acabei seguindo um pouco a dica do John Crow que postei aqui e coube tudo certinho.

Depois de uma viagem de quatro horas, cheguei no apartamento e apesar de o dono não ter me entregado a chave para o portão, consegui entrar (sorte que minha vizinha tinha acabado de chegar). Começei (na verdade… começamos, porque estava meu pai, minha mãe e minha namorada) a colocar tudo em seu devido lugar. Olhando agora as coisas, vejo que está do jeitinho que eu queria: cada coisa em seu devido lugar. Como eu li vários artigos do Efetividade sobre organização dos papéis e armários, já trouxe junto na mala algumas pastas (e caixinhas) para ajudar na organização.

quarto

Após algumas horas de limpeza e organização, o momento final: despedida. Se despedir com a certeza de que você só vai retornar para casa depois de pelo menos três semanas (no meu caso) é algo de “bambiar” as pernas e, confesso, fazer chorar [um pouco]. Ainda mais quando nessa despedida esta a sua namorada. É um momento estranho, pois você se sente feliz por estar indo em busca de seu sonho, mas triste por ter que deixar algumas coisas de lado. Costumo dizer que nessas horas você distribui tristeza em meio a tanta felicidade. 😉

Inclusive… penso que esse seja o segundo “impacto” forte que sofremos na vida, sendo o primeiro quando somos crianças de primário e achamos que os pais estão nos deixando para trás. Mas este também é assunto para um outro post…

Nomais, por hoje é só… no final da semana devo terminar de escrever a segunda parte do artigo e posto aqui (se eu estiver com internet) a primeira semana de alguém que agora mora sozinho e tem que se virar.

P.S.: ao som de Keane – Perfect Symmetry

Abraços.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. março 16, 2009 às 11:19 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: