Início > Artigos > George Carlin: eu não voto

George Carlin: eu não voto

George Carlin

george

“Há uma coisa que não ligo: políticos. Todo mundo reclama dos políticos; todo mundo diz que eles são ruins. Mas de onde os políticos vem? Eles não caíram do céu, eles não passam atraves de uma membrana de outra realidade.

Eles vem de pais Americanos, Familia Americana, Casas Americanas, Escolas Americanas, Negócios Americanos, Universidades Americanas e eles são eleitos pelos cidadãos americanos. Isto é o melhor que a gente pode fazer. Isto é o que a gente pode oferecer. O que nosso sistema produz: LIXO dentro, LIXO fora.

Se você tem cidadãos egoistas e ignorantes; você vai ter líderes ignorantes e egoistas. Os periodos não vão adiantar, você só vai acabar com um time novo de Americanos ignorantes e egoistas. Então talvez, não são os políticos que são ruins. Talvez outros sejam os ruins: [talvez] o público. Sim, o público é ruim.

Porque se realmente a culpa é desses políticos, então onde estão as outras pessoas de consciência? Onde estão os americanos inteligentes pronto para salvar o pais? Nós não temos esses homens nesse país; todo mundo está no shopping. Coçando seu rabo, limpando seu nariz, pegando seu cartão de crédito e comprando sapatos com luzes. Então, eu tenho resolvido esse dilema político para mim de um jeito fácil.

No dia das eleições, eu fico em casa. Eu não voto. Duas razões: (I) não tem sentido, este pais foi comprado e vendido há muito tempo; (II) eu não voto porque se você vota… não tem o direito de reclamar.

As pessoas gostam de distorcer isso. Elas dizem que se você não vota, você não tem o direito de reclamar. Onde está a lógica nisso? Se você vota e elege pessoas desonestas e eles chegam ao poder e bagunçam tudo, você é responsável pelo que eles fazem, você causou o problema, você votou nele; você não tem o direito de reclamar.

Eu, pelo contrário. Quem não votou; quem, de fato, não saiu de casa no dia da eleição, não é responsável pelo que eles fizeram e tem o direito de reclamar. Afinal, não tenho nada haver com o problema que você causou.”

Anúncios
Categorias:Artigos Tags:, , ,
  1. fevereiro 15, 2009 às 7:23 pm

    Mateus, eu como estudante de Direito que sou, não deveria/poderia concordar com o “não votar”, pois é votando que afirmamos a nossa democracia, a participação do povo na administração do país, ainda que indiretamente. Porém, não se pode fechar os olhos para a realidade que está a nossa política. Não tiro a razão das pessoas que optam por não votar. Não é nada gratificante mesmo sair de casa, depositar seu voto em alguém e depois ver a palhaçada que acontece no Congresso Nacional. As pessoas já não sabem mais o que significa, na verdade, “votar consciente”; eu também não sei.
    O fato é que não é nada bom para um país as pessoas começarem a pensar desta maneira, já que em um Estado Democrático o PODER é do povo, e só o EXERCÍCIO é de seus representantes (políticos).
    Acho que o artigo retrata bem a insatisfação de uma sociedade descontente com o seu governo.
    Abraços

  2. março 15, 2010 às 2:31 pm

    Muito bom, ele se parece comigo! hehehe (com muito mais talendo, é claro)
    Pena que George Carlin morreu.
    Eu ainda acho que o voto não adianta nada sem uma mídia transparente educação de qualidade, só assim teremos pessoas menos ignorantes e, consequentemente, líderes melhores.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: