Início > Artigos, Física, Matemática, Notícias > Algumas cousitas…

Algumas cousitas…

Colocar umas cousitas para movimentar o blog, se não vai enferrujar. Vou colocar algumas indicações de leitura, mais um pouco de Russell, e um pouco de um livro do Huxley que estou lendo.

Bertrand Russell propôs um código de conduta, em dez princípios, são eles:

1. Não tenha certeza absoluta de nada.

2. Não considere que valha a pena proceder escondendo evidências, pois as evidências inevitavelmente virão à luz.

3. Nunca tente desencorajar o pensamento de alguém, pois com certeza você terá sucesso.

4. Quando você encontrar oposição, mesmo que seja de seu marido ou de suas crianças, esforce-se para superá-la pelo argumento, e não pela autoridade, pois uma vitória dependente da autoridade é irreal e ilusória.

5. Não tenha respeito pela autoridade dos outros, pois há sempre autoridades contrárias a serem achadas.

6. Não use o poder para suprimir opiniões que considere perniciosas, pois as opiniões irão suprimir você.

7. Não tenha medo de possuir opiniões excêntricas, pois todas as opiniões hoje aceitas foram um dia consideradas excêntricas.

8. Encontre mais prazer em desacordo inteligente do que em concordância passiva, pois, se você valoriza a inteligência como deveria, o primeiro será um acordo mais profundo que a segunda.

9. Seja escrupulosamente verdadeiro, mesmo que a verdade seja inconveniente, pois será mais inconveniente se tentar escondê-la.

10. Não tenha inveja daqueles que vivem num paraíso dos tolos, pois apenas um tolo o consideraria um paraíso.

Não tem/tenho muito o que falar. 🙂

Bom, nesse final de semana, acabei não conseguindo terminar de ler o livro que comecei do Aldous HuxleyA Situação Humana (The Human Situation) – acho que devido cansaço, mas até o final dessa semana eu termino. Recomendo a leitura a todos, um ótimo livro; que inclusive vou fazer questão de colocar uma parte:

Como todos sabemos, aprender pouco é algo perigoso. Mas excesso de aprendizado altamente especializado também é uma coisa perigosa, e por vezes pode ser ainda mais perigoso do que aprender só um pouco. Um dos principais problemas da educação superior agora é conciliar as exigências da muita aprendizagem, que é essencialmente uma aprendizagem especializada, com as
exigências da pouca aprendizagem, que é a abordagem mais ampla, mas menos profunda, dos problemas humanos em geral. […]
Meu pressentimento é que uma educação integrada ideal exige uma abordagem do tema em termos de problemas humanos fundamentais. Quem somos? Qual a natureza da natureza humana? Como devemos nos relacionar com o planeta em que vivemos? Como viveremos juntos satisfatoriamente? Como devemos desenvolver nossas potencialidades individuais? Qual a relação
entre natureza e formação? Se começarmos com esses problemas, e os tornarmos centrais, poderemos reunir informações de uma série bastante grande das disciplinas atualmente separadas. Penso que provavelmente esse é o único modo de podermos criar uma forma realmente integrada de educação.
Entrementes, porém, essa educação integrada não existe. Aqui, penso, está o motivo pelo qual uma pessoa como eu, que tem o que podemos chamar de ignorância enciclopédica em muitos campos, pode ser útil a uma instituição de aprendizagem altamente especializada como esta. Um homem de letras pode exercer uma função valiosa no mundo, juntando uma porção de assuntos e
mostrando as relações entre eles. É uma questão de construir pontes. […]

Só um pequeno trecho do início do livro. Fica recomendada a leitura.

Ainda com indicações;

Nunca ajude quem não pede ajuda (algumas indicações de livros do Richard Feynman)
Masterclass (leitura bem interessante)
PAC da Educação segue lógica de mercado

E agora do lado mais técnico;

Internet a cabo super-rápida
IBM salta duas gerações na fabricação de chips (aproveitando o embalo; IBM diz que fará chips mais rápidos)
Astronômos brasileiros participam em descoberta do planeta extrasolar

E para quebrar o gelo, meu colega João Paulo colocou um post engraçado em seu blog, dê uma olhada; Verdadeira receita para passar no vestibular

Falou’s.

Anúncios
  1. maio 23, 2007 às 10:03 pm

    Oiii ^^

    Adorei seu blog também ^^

    E… sobre o código de conduta, devo dizer que concordo em todos os pontos. Muito bom. ^^

    Educação, o que ele disse é muito bom também. Afinal sempre falam que uma matéria é ligada a outra, mas as separam. E também, seria mais fácil e de mais grado aprendermos a conviver com as pessoas, e aprender a ler. Mas não por obrigados, e sim porque queremos. Estamos indo no caminho errado da educação… mas fazer o que, se é mais importante um diploma do que uma mente aberta?!

    Espero ter conseguido me expressar ^^’

    Beijos

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: